O ecoturismo pode ser uma ferramenta para a conservação em áreas protegidas?

  O turismo em áreas naturais é uma prática exercida há tempos e seu destaque na economia mundial acompanhou o processo de legalização das áreas protegidas no decorrer do século XX. Com o aumento no número de áreas protegidas, na década de 1980, o mercado de turismo, passou a utilizar essas áreas como o principal local para a prática de atividades de lazer e recreação.

Ecoturismo na Costa Rica. Fonte: http://agenciavivaturismo.com.br/conheca-a-costa-rica/

A aplicação do ecoturismo em áreas protegidas pode contribuir com diversos aspectos positivos à conservação do meio ambiente, como por exemplo, a atribuição de valor econômico aos bens naturais, desenvolvimento da economia local e aumento da compreensão da sociedade sobre a importância da preservação das áreas protegidas a partir da realização de atividades de educação ambiental. Além de conceder emprego às populações residentes e do entorno, que podem monitorar a área, atuar como guias turísticos e auxiliar na elaboração de estratégias para a conservação, pois possuem um grande conhecimento sobre a região. 
 
Contudo, o ecoturismo em áreas protegidas, quando não planejado, pode promover alterações comportamentais nos animais, contribuir com a proliferação de doenças trazidas por visitantes para os animais e plantas e causar inúmeros impactos como erosão, desmatamento, compactação do solo e acúmulo de resíduos orgânicos. Atualmente existem poucos estudos que avaliam os impactos do ecoturismo em áreas protegidas, portanto não se pode afirmar a magnitude dessa ferramenta na contribuição da conservação dessas áreas. 

Nesse sentido, o ecoturismo em unidades de conservação exige controle, planejamento e gestão eficientes, capazes de avaliar as características e necessidades do turista e da área onde o projeto de ecoturismo será instalado, para que desta forma, sejam atribuídos benefícios mútuos ao espaço que será preservado e aos visitantes, que poderão usufruir do meio ambiente de forma consciente.

Clique AQUI para conferir áreas protegidas no Estado de São Paulo que possuem atividades de ecoturismo.

Por: Andreliza R. Terciotti, Emanuelle Spironello, Gilberto M. Yabiku, Sara M. Nascimento.

0 comentários:

Postar um comentário